Estado de Nova York anuncia meta de encerramento de termelétricas a carvão
PDF Imprimir E-mail
Ter, 19 de Janeiro de 2016 14:32

Governador do Estado de Nova York Andrew Cuomo - Fonte: Portal The Hill

Nesta quarta-feira (13/01/16) o Governardor do Estado de Nova York (EUA) Andrew Cuomo anunciou sua meta de extinguir as usinas termelétricas a carvão até o ano de 2020.

Em seu pronunciamento, Cuomo mencionou que irá ajudar as poucas usinas remanescentes nesta transição, e que a limpeza do ar atmosférico e a proteção da saúde dos cidadãos é a primeira prioridade do governo.

De acordo com a Administração Federal da Informação da Energia (Federal Energy Information Administration - EIA), atualmente apenas 1,3% da eletricidade que supre o Estado de Nova York é oriunda de termelétricas a carvão.

Na ocasião, a diretora senior da campanha Sierra Club's Beyond Coal, Lisa Dix, afirmou que o Governador havia deslocado o foco de Nova York da energia do passado para a energia do futuro.

Em seu pronunciamento, Cuomo reafirmou seus planos de cortar a poluição de carbono no Estado de Nova York em 40% até 2030 e em 80% até 2050. Em seu mandato o Governador determinou que 50% da eletricidade do Estado deverá ser oriunda de fontes renováveis até 2030, e comprometeu-se a adicionar 150 mil painéis solares e 300 turbinas eólicas no portfólio de geração do Estado.

Com belas palavras, o Governador mencionou o provérbio americano "We don't inherit the land from our parents. We are borrowing it from our children" (nós não herdamos a terra de nossos pais, nós a pegamos emprestada de nossos filhos).

O comprometimento de Cuomo com as energias renováveis está dentre os mais agressivos do país, tais como o do Havaí, que se comprometeu no ano passado a extinguir as fontes energéticas não renováveis até 2045, e o da Califórnia, onde o Governador Jerry Brown pressiona para que 50% da eletricidade do Estado seja oriunda de fontes renováveis até 2030.

Tal comprometimento dos EUA demonstram a tendência mundial em direção às energias renováveis como a solar, a eólica e o Biogás, que é oriundo do processo biológico de decomposição anaeróbia de resíduos orgânicos.

Última atualização em Qua, 27 de Janeiro de 2016 07:39